sábado, 26 de julho de 2014

Testei Ma Evans Keratina Brasileira

Depois de protelar, olhar, pensar, ler, reler, buscar matérias na internet sobre o assunto decidi arriscar. Apliquei a Keratina Brasileira. Sinceramente eu estava muito descrente em relação a este produto, mas como tirar a prova sem fazer o teste? Portanto, serei muito sincera. Em primeiro lugar detestei o borrifador, porque ele não é nem um pouco prático e leva ao desperdício do produto, pois os jatos são exagerados. Na caixa contém um frasco de shampoo com 40ml, um frasco de loção com 40ml, um bico borrifador, folheto explicativo e um par de luvas.
Bem, vamos ao que interessa: primeiramente lava-se por duas vezes o cabelo com shampoo, depois seca o cabelo (80% de secagem), depois disso aplica a loção. É importante utilizar um pente para distribuir bem o produto por todo cabelo. Em seguida faz uma escova com o auxilio da escova e secador (fiz uma escova não muito bem feita), segundo o fabricante uma escova bem feita daria um melhor resultado, o que não acredito, depois passa a prancha separando pequenas mechas até perceber que o fio ficou com uma textura agradável.
Grau de dificuldade: moderado. Cheiro: suportável. Recomendo: fazer em um local ventilado ou se tiver muita sensibilidade utilizar máscara cirúrgica (vende em farmácia).
Bem, depois de pesquisar um pouco mais achei interessante lavar o cabelo depois de dois dias, para o produto fixar ainda mais no fio. Sensação: senti o cabelo áspero e pouco maleável, mas conforme outras opiniões este aspecto fazia parte da concentração intensificada da queratina que seria amenizada após a primeira lavagem, dando então o resultado definitivo, que seria um cabelo brilhoso, mais liso e bem estruturado. Fiz na quinta-feira e suportei ficar sem lavar até sábado (hoje). Sequei com um auxilio de um pente antiestático, portanto, não fiz escova. O cabelo não ficou muito melhor do que estava antes de fazer todo este processo. Não aguentei ver o meu cabelo volumoso e desalinhado. Então, utilizei a prancha. Não passei muitas vezes em cada mecha, pois queria sentir se o produto realmente era eficaz. Não senti nada de extraordinário como prometia a propaganda. Senti meu cabelo mais leve e principalmente na parte da frente do cabelo notei ele bem liso, mas atrás onde ele estava mais danificado não diminuiu o frizz e o volume continuou, coisa que detesto. A minha nota para o produto é: 6,5. No entanto, para cada cabeça uma sentença. Se você quiser testar assim como eu fiz... Sinta-se a vontade. Eu, portanto, não pretendo utilizar mais este produto. Para um cabelo médio uma caixa é suficiente, mas para cabelo longo será necessário utilizar 2 caixas. Dependendo do volume talvez 3. Na Ultrafarma comprei por 70,90. Em São Paulo a entrega é sem cobrança de frete. Agora veja as fotos. Se puder, comente.

Cabelo lavado apenas com o shampoo, muito frizz, normal para um cabelo sem hidratação e com luzes.

 Separar o cabelo em 3 partes
Aplicar a loção por todo cabelo, de acordo com as mechas separadas.

Passar um pente para distribuir de maneira uniforme o produto pelo cabelo.


 Fazer uma escova bem feita com o auxilio de uma escova e secador.

Resultado depois da escova.

Passar a prancha pegando mechas finas.

Resultado final. Senti o cabelo áspero e sem qualquer sedosidade.

Um dia após o procedimento, sem lavar o cabelo. O cabelo ficou um pouco mais brilhoso e menos áspero.

Após a lavagem, sequei com o secador utilizando apenas um pente de madeira antiestático.





Passei a prancha, pois não diminuiu o volume. Não gostei do resultado!

Infelizmente este produto não foi bom para o meu cabelo.

Caso melhore no decorrer dos dias (o que duvido), colocarei aqui as minhas novas considerações. Sem fazer muito esforço é notório o frizz intenso no meu cabelo! Bem, então, Ma Evans Keratina Brasileira não alterou as minhas duvidosas expectativas!