terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Minha visão sobre a Praia da Enseada no Guarujá

Duas férias consecutivas que passo no Guarujá e dessa vez me instalei de frente para praia. Do Hotel Praia da Enseada era possível verificar o melhor ponto para abrir o meu guarda sol.  Amei a cidade. O clima é muito bom. Durante o dia faz muito sol e a chuva chega geralmente à noite. Durante os sete dias que fiquei na praia não vi nenhuma barata pela cidade e isso para mim é extremamente positivo. A água do mar não é gelada. Tem uma temperatura agradável tanto para os adultos quanto para as crianças. Quanto ao hotel: Pontos positivos: garagem coberta, guarda sol, toalha de banho e cadeiras à disposição. A localização é excelente e o atendimento dos funcionários é maravilhoso. Pontos negativos: televisão antiga e pequena (para quem curte assistir durante a estadia na praia) café da manhã pouco convidativo, prédio mal conservado, toalhas gastas e não há meios de se comunicar do quarto para a recepção.


Sinceramente o hotel não era o dos melhores, mas para quem busca se divertir na praia e para quem quer mais comodidade no ir e vir da praia os pontos negativos passam despercebidos. Nas férias passadas fiquei em um hotel melhor, mas me diverti muito menos. Devido à distância não pude ir e vir mais de uma vez, principalmente quando se tem crianças. Dessa vez no Hotel Praia da Enseada pude aproveitar muito mais a praia. Ainda mais quando a chuva ameaçava chegar era mais fácil e seguro voltar para o hotel para se proteger dos raios já que fica bem próximo da praia.
Falando especificamente do Guarujá: Simplesmente lamentável! O povo ainda não aprendeu a carregar uma sacolinha para descartar os seus lixos. Enquanto meu marido buscava algumas coisas no hotel fiquei com os meninos na areia e bem ao lado do nosso guarda sol um senhor se levantou para ir para o mar e simplesmente jogou a lata de cerveja na areia, como se ela fosse o lixo. Não me contive e pedi para meu filho pegar aquela lata para colocarmos no nosso lixo. Fora que em partes da praia corre um liquido escuro e mau cheiroso. Na ponta da praia da Enseada o problema se acentua. Não gostei daquele local e permaneci ali por pouco tempo. A areia é escura e parte dela pingou no meu dedo ao caminhar e o cheiro era insuportável. E nesse ponto o descarte de lixo pela extensão da praia é superior comparando com o descarte feito na parte central dessa praia.
Preciso frisar que a equipe de limpeza estava na praia em horários específicos, mas enquanto não chegavam presenciei o acumulo de muito lixo em várias partes dela.




Outra falta de consciência: levar cachorro para a praia e não cuidar para retirar os dejetos que ele deposita ao longo da praia. Infelizmente me deparei com fezes enquanto caminhava pela areia. É muito triste notar esse descaso com a natureza. É preciso que cada indivíduo trate a praia como se trata a sua própria casa. O ser humano em seu discurso veemente parece ser consciente dos seus direitos e quando tem a oportunidade de mostrar essa mesma consciência para o mundo não o faz e trata de maneira desprezível o que ele mesmo quer usufruir ao longo da vida.